Cristianismo

Friday, October 13, 2006

O Cristianismo Atual

O Cristianismo Atual
O cristianismo é atualmente a religião com maior número de adeptos, seguida do islão. Presente em todos os continentes, apresenta tendências de desenvolvimento diferente em cada um deles.
No início do
século XX, a maioria dos cristãos estava concentrada na Europa; por volta da década de setenta do século XX, tinha diminuído consideravelmente o número de cristãos na Europa, sendo actualmente a América Latina e África os dois centros mundiais do cristianismo.
O cristianismo chegou ao continente americano com as conquistas espanholas e portuguesas do
século XVI. Os primeiros missionários católicos na América, preocupados com a conversão das populações, não se importaram com as culturas locais indígenas, que foram devastadas. No século XIX a independência dos países latino-americanos em relação a Espanha e Portugal, foi acompanhada de uma redução gradual da influência da igreja. Contudo, durante o século XX o catolicismo desempenhou um papel político na América Latina, detectável em movimentos como a Teologia da Libertação. Actualmente, o catolicismo perde terreno na América Latina a favor de movimentos protestantes de carácter pentecostalista.
Na África o cristianismo tem raízes mais antigas. Antes do surgimento do islão no
século VII, o norte de África estava religiosamente integrado na esfera cristã. O islão e o cristianismo tiveram porém dificuldades em penetrar completamente na África Negra. Foi sobretudo no século XIX, com o estabelecimento de missões protestantes (anglicanas e metodistas) em África, que o cristianismo penetrou no continente. Na segunda metade do século XX seria a vez do catolicismo romano. Hoje em dia, o catolicismo é a denominação com maior número de adeptos na maioria dos países africanos, com uma população de mais de 150 milhões de pessoas. No continente africano também surgiram igrejas cristãs independentes das tradições europeias, que misturam elementos do cristianismo com elementos da cultura local, como o culto dos antepassados, a feitiçaria e a poligamia.

Festas e os 10 mandamentos

Principais festas religiosas
Natal : celebra o nascimento de Jesus Cristo (comemorado todo 25 de dezembro).
Páscoa : celebra a ressurreição de Cristo.
Pentecostes : celebra os 50 dias após a Páscoa e recorda a descida e a unção do Espírito Santo aos apóstolos.
Os Dez Mandamentos
De acordo com o cristianismo, Moisés recebeu Deus duas tábuas de pedra onde continham os Dez Mandamentos:

1. Não terás outros deuses diante de mim.
2. Não farás para ti imagem de escultura, não te curvarás a elas, nem as servirás.
3. Não pronunciarás o nome do Senhor teu Deus em vão.
4. Lembra-te do dia do sábado para o santificar. Seis dias trabalharás, mas o sétimo dia é o sábado do seu Senhor teu Deus, não farás nenhuma obra.
5. Honra o teu pai e tua mãe.
6. Não matarás.
7. Não adulterarás.
8. Não furtarás.
9. Não dirás falso testemunho, não mentirás.
10. Não cobiçarás a mulher do próximo, nem a sua casa e seus bens.

Difusão do Cristianismo

Difusão do Cristianismo

Os ideais de Jesus espalharam-se rapidamente pela Ásia, Europa e África, principalmente entre a população mais carente, pois eram mensagens de paz, amor e respeito. Os apóstolos se encarregaram de tal tarefa.A religião fez tantos seguidores que no ano de 313, da nossa era, o imperador Constantino concedeu liberdade de culto. No ano de 392, o cristianismo é transformado na religião oficial do Império Romano.Na época das grandes navegações (séculos XV e XVI), a religião chega até a América através dos padres jesuítas, cuja missão era catequizar os indígenas.

Wednesday, October 11, 2006

Edito de Milão

Edito de Milão

Também referenciado como Édito da Tolerância, declarava que o Império Romano seria neutro em relação ao credo religioso, acabando oficialmente com toda perseguição sancionada oficialmente, especialmente do Cristianismo. O édito foi emitido nos nomes do tetrarca ocidental Constantino I, o grande, e Licínio, o tetrarca Oriental.

Roma persegue os cristãos (as catacumbas)

Roma persegue os cristãos

O cristianismo era considerado uma ameaça à sociedade romana. Afinal, os cristãos contestavam a escravidão, a autoridade máxima do Imperador, a ganancia e a vida imoral do ricos. Tiveram início então as perseguições.
Milhares de cristãos pagarão um alto preço por sua fé ousada. Foram presos, torturados e mortos. No Coliseu, as multidões tinham o prazer sádico de assistir aos cristãos sendo torturados.

As catacumas

Em Roma, os cadáveres eram cremados. Os cristãos preferiam enterrar os corpos. Os primeiros cemitérios foram as catacumbas. tratava-se de tuneis escavados na rocha, alguns metros abaixo da superfície terrestre.

Início do Cristianismo

Início do Cristianismo

Inicialmente, o cristianismo fez sucesso entre os escravos e os pobres do Império Romano. Por isso, foi perseguido. Aos poucos, os ricos foram adotando o cristianismo. Até que o imperador Constantino proibiu os ataques aos cristãos. Pouco depois, o cristianismo tornou-se religião oficial do Roma.

Monday, October 09, 2006

Jesus Cristo


Jesus Cristo

Entre os judeus da Palestina, ocupada pelos romanos, nasceu Jesus de Nazaré. Viveu entre pessoas humildes e falou de justiça para eles. Dizia que todos os homens deveriam ser e que a única autoridade suprema era a de Deus. Incômodo para os poderosos, foi preso e executado na cruz . Mas os discípulos continuaram a divulgar Sua mensagem.